O empréstimo consignado possui novas regras, que tem por objetivo reduzir o impacto sofrido por aposentados e pensionistas durante a pandemia do Coronavírus.

O CNPS – Conselho Nacional de Previdência Social – anunciou mudanças no INSS que foram implementadas, sendo algumas de forma definitiva.

São 5 novas regras aprovadas e que favorecem os segurados da Previdência Social.

Portanto, se o seu perfil se encaixa nessas possibilidades, vale a pena aproveitar e equilibrar o orçamento doméstico, se beneficiando das novas condições existentes, que são atrativas para quem está precisando de crédito e dinheiro.

Neste post apresentamos as novas regras do INSS para o empréstimo consignado. Continue lendo e conheça 5 novidades que podem lhe ajudar!

As 5 novas regras para empréstimo consignado

As 5 novas regras para empréstimo consignado possibilitam facilidades e melhores condições para todos aqueles que precisam de um apoio financeiro nesses momentos de dificuldades, são elas:

Redução da taxa de juros

A taxa nominal de juros máxima cai de 2,08% ao mês para 1,80% nos empréstimos.

Para o cartão consignado, a taxa nominal de juros máxima cai de 3,00% para 2,70%.

Essa regra amplia o acesso ao crédito e a competitividade entre as instituições financeiras, o que é muito vantajoso para o contratante.

Aumento do prazo de pagamento

O prazo de pagamento, que era limitado a 72 parcelas, foi aumentado para 84 meses, o que significa 7 anos.

Essa prorrogação permite que os beneficiários do INSS paguem prestações menores, comprometendo menos a sua renda mensal.

Outra possibilidade muito interessante e que merece toda a atenção é o refinanciamento da dívida atual, já que em algumas operações o titular pode obter dinheiro como troco, em função das parcelas já quitadas.

Carência no pagamento

A carência de pagamento é uma nova regra que possibilita ao contratante até 90 dias para o primeiro desconto na folha de pagamento. O benefício se estende até o dia 31 de dezembro de 2020.

Isso possibilita que os tomadores de crédito consigam se organizar e tenham 3 meses para equilibrar suas contas.

Sem dúvida, uma vantagem que auxilia muito aquele que precisa do dinheiro imediatamente, mas necessita de um tempo para iniciar os pagamentos.

Aumento do limite do cartão consignado

O limite do cartão consignado também aumentou, ou seja, a regra antiga que previa um limite de 1,4 vezes o valor da aposentadoria ou pensão passou para 1,6.

Isso significa mais crédito para os solicitantes, o que alivia a situação financeira nesse momento delicado. 

Na prática, um aposentado que ganha um salário mínimo por mês, ou seja, R$ 1.045,00, pode chegar a ter R$ 11 mil de crédito.

Desbloqueio antecipado do benefício

O período mínimo de desbloqueio de 90 dias, quando solicitado, ou de 180, para os realizados de forma automática, passam para 30 dias da data do despacho do benefício.

Essa regra tem validade até o dia 31 de dezembro de 2020.

Isto é, aqueles que se aposentaram recentemente não precisarão mais aguardar de 3 a 6 meses para terem acesso ao empréstimo consignado, o que, sem dúvida, é uma excelente notícia para quem precisa de recursos financeiros.

Sem dúvida, os benefícios oferecidos aos segurados da Previdência Social chegam em boa hora e colaboram no equilíbrio das contas nos momentos de grandes dificuldades.

Agora que você já conhece as novas regras do empréstimo consignado, entre em contato com a CNGS Financial e conheça detalhes das atuais possibilidades existentes!

Converse conosco
Precisando de ajuda? Fale conosco!